domingo, 17 de abril de 2011

sexta-feira, 15 de abril de 2011

Procura-se um amor

Procura-se um amor que goste de amar sem motivo, pelo simples prazer de amar.

Procura-se um amor que goste de quem eu gosto como gosta de mim, pois será igualmente gostado por quem eu gosto e por quem gosta de mim.
Procura-se um amor que sorria ao me ver, que morda os lábios sempre que me abraçar.
Procura-se um amor que ralhe comigo quando houver exagero, mas que se delicie comigo de vez em quando com uma barra de chocolate com castanha de caju, ou pudim de leite feito por mim.
Procure-se um amor extravagante nas suas formas de amar, que invente a cada gesto uma forma de mostrar o quando significo em sua vida.
Procura-se um amor que tenha sonhos, para que se possa sonhar juntos.Procura-se um amor que tenha como sonho maior o nosso futuro e como causa maior o nosso presente, o amor que nos une. E disso não abra mão.
Procura-se um amor que esqueça a razão e jure, de pés juntos e sem figuinha, que será para sempre, mesmo sabendo racionalmente que “o pra sempre sempre acaba”.
Procura-se um amor que seja honesto e sincero, o que é uma redundância, pois todo amor verdadeiro o é.
Procura-se um amor que se orgulhe de minhas vitórias e saiba que a recíproca será sempre verdadeira; Que esteja lá, mesmo em silêncio, nas minhas derrotas, com uma mão em meu ombro e outro a me fazer cafuné.
Procura-se um amor que não minta, que não me faça sentir boba (a não ser de amor).
Procura-se um amor que acredite em mim. Mais importante: que acredite em si. Pois assim podemos, como diz Rubem Alves, jogar frescobol e não tênis, fazer a bolinha chegar ao outro e não buscar tirá-lo da jogada.
Procura-se um amor que possa ser, comigo, alvo de frases como: “que casal lindo e feliz”, sem que o tom da frase seja de inveja, mas sim de uma melodia harmoniosa de admiração.
Procura-se um amor que goste de tomar água de coco no final da tarde, vendo o sol se pôr. Que goste de vagar de carro ou a pé pela cidade, sem rumo.
Procura-se um amor assim. Pode ser um pouquinho diferente. Aceitam-se contra-propostas.Mas que seja acima de tudo cuidadoso, zeloso e inteiro, que não queira se dividir entre outros amores, um amor que se complete e me complete.

#####
Texto adaptado de Sérgio Augusto Freire de Souza

segunda-feira, 11 de abril de 2011

AGRADECIMENTO

Hoje eu quero agradecer a todas as pessoas que passaram pela minha vida até agora.

“Quero agradecer aquelas que me deram amor, que sorriram pra mim quando eu precisava; que afagaram meus cabelos enquanto eu chorava; que me indicaram os caminhos; que seguraram minha mão e disseram: “vai em frente” quando eu dizia não consigo”.
Agradecer aqueles que duvidaram de mim, que disseram que eu não era capaz e que deveria desistir; afinal foi por causa dessas pessoas que eu venci meus limites, que desafiei os acontecimentos e circunstancias. Foram essas pessoas que me impulsionaram a ser quem sou.
Agradecer a todos os sonhadores, que mesmo falhando me convenceram que valia a pena tentar. Aos que me deram atenção e aos que me negaram também, isso facilitou distinguir o os amigos dos conhecidos.
Agradecer ao que me ajudaram a estudar e aos que sempre me atrapalharam com suas conversas, piadas e travessuras. Sem estes, os anos de banco escolar não fariam sentido, afinal, é deles que saem os grandes amigos, as melhores festas, o primeiro amor...
Agradecer aqueles que me repreenderam severamente, que me podaram o sentimento, que me traíram, que me trocaram por outras pessoas, que me fizeram chorar, que me magoaram que me tiraram o chão, que me desfiguraram os sonhos, pois com essas pessoas conheci a face da dor e da desilusão e pude aprender tudo o que NÃO se deve fazer para alguém.
Mas...
... Acima de tudo, quero agradecer aquelas pessoas amargas, corruptas, egoístas, traiçoeiras, invejosas, torturadoras, manipuladoras, sem caráter, que cruzaram o meu caminho, pois com essas pessoas eu aprendi a lição mais importante da minha vida:

“O TIPO DE PESSOA QUE NÃO QUERO SER!”.

 Texto de Maria Rita Avelar

##########
Agradecer é um meio de SERMOS FELIZES...

sexta-feira, 8 de abril de 2011

Jornal Expresso Ilustrado DECEPCIONA

Sou leitora e assinante do Jornal Expresso Ilustrado desde o tempo de faculdade (URI), foi lá que conheci o jornal, no ano de 2000-2001.
Me valendo de uma postagem da Elisandra Minozzo, no dia de ontem, COPIO as palavras dela, pois o que ela escreveu é exatamente o que tenho para escrever e assim, confirmo aqui, que não sou só eu que penso o que penso sobre o assunto IMPRENSA.
"...O barulho é bem maior que o cincerro. O auê é mais a peculiar disputa de órgãos de imprensa, uns contra os outros, exploram fatos ao inverso um do outro, pouco preocupados com a vida das pessoas que estão em jogo. Não há respeito com os profissionais. Vendem espaços ao custo de destruir a vida das pessoas! Distorcem verdades e criam inverdades, não pode haver nada mais mediocre. Me perdoem, a rudeza, mas como de costume estou sendo sincera, embora não agrade..."
Bem, vamos ao fato: a página 04 do Encarte do Jornal Expresso Ilustrado, O JAGUAR Regional, traz uma matéria descrita assim: "QUIOSQUE BARULHENTO- A Brigada acabou com a barulheira de uma festa no quiosque da praça.Moradores denunciaram que o som estava muito alto e o show foi cancelado. A dupla de artistas, Paulo Duzac e Flávio Mattes, de Porto Alegre, e o dono do quiosque foram parar na polícia".
1º O SHOW NÃO FOI CANCELADO. O show foi realizado conforme o combinado (2 horas de música), e as pessoas que lá estavam foram surpreendidas pela ação da brigada militar no momento do encerramento do referido show, quando o promotor do evento justificava para o público o porque de o show ter sido realizado dentro do estabelecimento e não no lado de fora, como é o costume.
2º NÃO HOUVE DENUNCIA DE QUE O SOM ESTAVA ALTO: porque não? porque a tal denúncia foi feita por uma pessoa anônima (segundo a Brigada Militar) muitas horas antes de o show começar, e por isso mesmo ele aconteceu no interior do quiosque. Ora, como é que alguém denunciaria que o som estava alto se nem os equipamentos estavam montados quando a denúncia foi feita???
TESTEMUNHAS AFIRMAM QUE O SOM NÃO ESTAVA ALTO: tem-se quantas testemunhas quiserem de que o som não estava perturbando os moradores ao redor, inclusive os próprios.
Talvez minha opinião não tenha valor algum para os donos do Jornal Expresso e eu seja apenas mais uma frustrada com a mentira contada.
Mas sinceramente, eu esperava que o Jornal fizesse uma matéria fiel do que aconteceu, até mesmo porque na segunda-feira acompanhei pela rádio a reunião da Câmara de Vereadores e ouvi várias vezes o nome do representante do Jornal Expresso que lá estava presente.
Não entendi também, porque o jornal não divulgou as manifestações dos vereadores deste município, a respeito do que aconteceu no Quiosque.Manifestações essas, que traduzem o sentimento da população ordeira deste hospitaleiro município.
E tendo a certeza de uma inverdade publicada por este jornal, minha credibilidade quanto às demais matérias, cai por terra, infelizmente.

O Poder de um abraço ( por Tan Dias)

“Todos nós necessitamos de contato físico para nos sentirmos bem.”

Já se comprovou que todos necessitam de contato físico para nos sentirmos bem, e uma das formas mais importantes de contato físico é o abraço.
Quando nos tocamos e nos abraçamos, levamos vida aos nossos sentidos e reafirmamos a confiança nos nossos próprios sentimentos. Algumas vezes NÃO encontramos as palavras adequadas para expressar o que sentimos; o abraço é a melhor maneira.
Há vezes que não nos atrevemos a dizer o que sentimos, seja por timidez ou porque os sentimentos nos avassalam; nesses casos pode-se contar com o idioma dos abraços.
Os abraços, além de nos fazerem sentir bem, empregam-se para aliviar a dor, a depressão e a ansiedade. Provocam alterações fisiológicas positivas em quem toca e em quem é tocado.
Aumenta a vontade de viver aos enfermos.
É importante saber que:
Os abraços são necessários para o desenvolvimento, manter-se são e para crescer como pessoa.
O que nos dá um abraço?
PROTEÇÃO: O sentir-se protegido é importante para todos, e muito mais para as crianças e mais velhos, que frequentemente dependem do amor de quem os rodeia.
SEGURANÇA: Necessitamos nos sentirmos seguros. Se não o conseguimos, atuamos de forma ineficaz e as nossas relações interpessoais declinam.
CONFIANÇA: A confiança faz-nos avançar quando o medo se impõe ao nosso desejo de participar com entusiasmo em algum desafio da vida.
FORÇA: Quando transferimos a nossa energia com um abraço, as nossas próprias forças aumentam.
SAÚDE: O contacto físico e o abraço partilham uma energia vital capaz de sanar ou aliviar enfermidades
UM ABRAÇO: Faz e diz muitíssimo; abraça o teu amigo, abraça os teus entes queridos, abraça as tuas crianças, abraça o teu animal de estimação…
##############
Não sejamos pessoas frias, vamos distribuir abraços e levar nosso conforto àquelas almas, que muitas vezes não necessitam nada mais que UM ABRAÇO!

quarta-feira, 6 de abril de 2011

Ricardo postou o seguinte comentário no post anterior...


É uma pena mesmo.
A verdade é que não faz sentido nenhum que somente um evento específico seja autuado durante uma noite na qual, com certeza, muitos outros estariam acontecendo.
Resta esperar que as autoridades tenham conciência de que estão prejudicando pessoas que estavam apenas trabalhando.
Abraço, e parabéns pela ótima cobertura da notícia.
4 de abril de 2011 12:56

#####################
Ricardo, é uma pena mesmo, diria lamentável.
Quanto ao fato de "OUTROS" eventos estarem acontecendo na mesma noite, você tem razão: não era apenas o Quiosque Sabor e Cia que promovia evento semelhante. Na mesma noite, uma entidade tradicionalista, também promovia um evento,também COM SHOW MUSICAL.
Perguntei para várias pessoas que estavam presentes nessa entidade tradicionalista se havia acontecido alguma coisa por lá, se alguém esteve lá aferindo o som, se a Brigada Militar esteve lá. NINGUÉM VIU, TODOS me falaram que lá não foi ninguém.
Estranho né??????
Será por causa do PATRÃO ou porque lá se encontrava a ELITE Novaesperancense? OU PORQUE?
Não sei responder, mas uma coisa eu tenho absoluta certeza: A LEI DEVERIA VALER PARA TODOS! Mas aqui em Nova Esperança do Sul, não está valendo!
Felizmente o triste incidente já parou na Tribuna da Câmara de Vereadores local, esperamos agora que o EXECUTIVO e o LEGISLATIVO Municipal, tomem alguma atitude. Que tudo não fique apenas como um fato lamentado por alguns Vereadores na tribuna.
Mas, pelo que eu conheço, alguma coisa vai ser feita. Aqui temos um povo ordeiro e hospitaleiro e não vai ser meia dúzia de cabecinhas medíocres, que vai denegrir a imagem do nosso Município.
Eu falo meia dúzia, porque o incidente aconteceu devido a uma DENÚNCIA ANÔNIMA e essa, mesmo sendo feita via telefone por uma única pessoa, a probabilidade é de 99,9% que essa pessoa tenha sido influenciada por uma meia dúzia de outras pessoas.
Vamos continuar aguardando e cobrando providências...
Obrigado Ricardo!!!!

sábado, 2 de abril de 2011

Ato Isolado da Brigada Militar em Nova Esperança do Sul surpreende e revolta

Fui informada (não estava lá, infelizmente), de um ato isolado e atípico da Brigada Militar em Nova Esperança do Sul.
Mais especificamente, um ato inusitado, nunca antes visto por esta população tão ordeira e hospitaleira.
Ontem a noite, dia 01 de abril, em torno da meia-noite, ao finalizarem um show musical no Quiosque Sabor e Cia, os artistas Paulo Duzac e Flávio Mattes, da grande Porto Alegre, o locatário do local onde ocorria o evento e as centenas de famílias que assistiam ao show foram surpreendidos por uma ação da Brigada Militar, onde acompanhados de um senhor vestindo camiseta, bermudas e de tênis (sem farda ou identificação alguma), portando um decibelimetro  realizava a medição dos níveis de pressão sonora.
Se estava alto, eu não sei, mas segundo várias pessoas com quem eu conversei, não estava. Pelo menos não na altura a que estamos acostumados em nosso município, quando da realização de qualquer evento e com os carros de propaganda de rua, que infernalmente invadem a nossa privacidade, sem que ninguém nunca tenha tomado atitude nenhuma.
O Locatário do Quiosque, foi levado à Brigada Militar e autuado, bem como os artistas que também acabaram na Brigada Militar.
Foi uma operação até então não presenciada pelos Novaesperancenses, nem mesmo quando uma  agência bancária foi assaltada.
Foi autuação pra lá, fotos pra cá, ameaças de apreensão de equipamentos de som.
Me falaram que um brigadiano local falou a todos que apenas estava cumprindo com a obrigação dele, pois havia sido feito uma denúncia. E que eles tinham ido buscar esse senhor que aferia o som e uma Policial Militar no Curuçu(não entendo porque essas 2 pessoas não dispunham de viatura para chegar até o município).
Mas enfim, o que chamou a atenção e revoltou a população, é que, em quase todos os finais de semana o mesmo estabelecimento ontem autuado  realiza shows, e no lado externo, ou seja, fora do recinto, na frente do Quiosque, ao contrário de ontem, em que o show aconteceu DENTRO do estabelecimento, e NUNCA havia acontecido nada.
Friso aqui que NENHUM, estou falando NENHUM clube ou local de shows possuem isolamento acústico e que em T O D O S os finais de semana ocorrem eventos (shows, bailes, boates) e que até ontem nenhum artista musical que tenha pisado aqui em nosso município tinha ido parar na Brigada Militar por motivo de som alto.
São várias questões a serem esclarecidas, como por exemplo: porque só ontem e só este estabelecimento sofreu essa atitude???? Porque  a Policial Militar e o senhor que aferia o som tiveram que ser buscados no Curuçu ??? Porque o Senhor que aferia o som estava sem identificação?????? Eu falo Senhor que aferia o som porque até agora não se sabe quem é ele. Sei que há pessoas atrás  da cópia da autuação para poder identificar o cidadão.Quais os interesses pessoais por parte de quem fez a denúncia??? A quem realmente queriam atingir??????
É um fato revoltante, nojento e abusivo!!!!!!! E que quase acabou em tumulto geral!
Sei que as coisas não vão parar por aí, pois lá apesar de ser um local de gente humilde, não é um local de gente IGNORANTE e que muitas pessoas que lá estavam já se colocaram à disposição para testemunhar a favor do Locatário do Quiosque e dos demais envolvidos.
Tem mais, EU serei uma das várias pessoas que, ao presenciar a realização de um evento aqui em nosso município (boates, bailes), irei ligar para a Brigada Militar e fazer a denúncia, resta saber qual vai ser a atitudes dos homens da lei. MAS A LEI EXISTE PARA TODOS E ISSO É FATO!!!!!!
E OS ARTISTAS MUSICAIS, QUE IMAGEM LEVARAM DE NOVA ESPERANÇA DO SUL??????
VAMOS VER OS PODERES PÚBLICOS, QUAIS AS MANIFESTAÇÕES E ATITUDES COM O FATO!!!
AGUARDEMOS..................