sábado, 31 de março de 2012

ORAÇÃO PELA FAMÍLIA

Que nenhuma família comece em qualquer de repente,
Que nenhuma família termine por falta de amor.
Que o casal seja um para o outro de corpo e de mente,
E que nada no mundo separe um casal sonhador.
Que nenhuma família se abrigue debaixo da ponte,
Que ninguém interfira no lar e na vida dos dois.
Que ninguém os obrigue a viver sem nenhum horizonte,
Que eles vivam do ontem, do hoje e em função de um depois.
Que a família comece e termine sabendo onde vai,
E que o homem carregue nos ombros a graça de um pai.
Que a mulher seja um céu de ternura, aconchego e calor,
E que os filhos conheçam a força que brota do amor.
Abençoa, senhor, as famílias! amém! abençoa, senhor, a minha também. (bis)
Que marido e mulher tenham força de amar sem medida,
Que ninguém vá dormir sem pedir ou sem dar seu perdão.
Que as crianças aprendam no colo o sentido da vida,
Que a família celebre a partilha do abraço e do pão.
Que marido e mulher não se traiam, nem traiam seus filhos,que o ciúme não mate a certeza do amor entre os dois.
Que no seu firmamento a estrela que tem maior brilho,
Seja a firme esperança de um céu aqui mesmo e depois.
Que a família comece e termine sabendo onde vai,
E que o homem carregue nos ombros a graça de um pai.
Que a mulher seja um céu de ternura, aconchego e calor,
E que os filhos conheçam a força que brota do amor.
Abençoa, senhor, as famílias! amém! abençoa, senhor, a minha também. (bis) 



POR: Padre Zezinho


#####################################
Que cada família seja constituída pelo AMOR, apenas isso, e o mundo será uma benção...
Bom domingo a todos nós.

quinta-feira, 29 de março de 2012

CONHECIMENTO


Gente, observando várias situações cotidianas nestes últimos dias, eu vejo a comprovação daquilo que sempre acreditei: O CONHECIMENTO é a única arma na mão do cidadão, capaz de mudar o mundo. 
Não vou entrar aqui no mérito do conhecimento espiritual e religioso, falo agora do conhecimento TÉCNICO  e CIENTÍFICO daquilo que acontece ao nosso redor e em nossas vidas, diariamente.
Explico: conhecimento Técnico é aquele adquirido sobre determinada coisa, bem específica e geralmente não é adquirido em nenhuma instituição, mas com a experiência.
Já, o conhecimento científico é aquele adquirido academicamente sobre ciências em geral.
Os dois caminham juntos, óbvio, mas a partir do momento em que você detém os dois conhecimentos  sobre um determinado assunto, você consegue provar aquilo de que você está falando.
Como Tati Costa escreveu, o conhecimento é o instrumento de trabalho mais valioso e que se leva para casa depois do trabalho, ou seja: conhecimento ninguém nos tira, jamais, em momento algum!
Penso que já passou da hora do cidadão buscar o conhecimento para poder acompanhar e entender o seu cotidiano.
Passou da hora de se buscar o conhecimento Científico e depois aplicá-lo no seu dia a dia, para conseguir obter o conhecimento Técnico, os quais serão capazes de provocar mudanças.
O conhecimento científico hoje está ao alcance de todos os cidadãos, quer por meio de rádio, tv, jornal, revistas, livros, internet e instituições. Fica difícil argumentar que não "temos como saber".
E para o conhecimento científico, basta ser participativo nas atividades que acontecem, quer sejam atividades no bairro até aquelas atividades mais complexas.
Precisamos nos desafiar e nos superar para conhecermos.
Sei que isso tudo dá muito trabalho, pois assistindo BBB, dormindo no sofá, fofocando com os vizinhos, enfim, de braços cruzados ninguém consegue nada.
Mas em compensação, se você for detentor do conhecimento Técnico e conseguir embasá-lo no científico, ninguém vai te engambelar.NUNCA!
Portanto, não reclame, busque conhecimento e interaja. Seja proativo!
VAMOS LÁ.....




terça-feira, 27 de março de 2012

FEIRA DO CHOCOLATE DE GRAMADO

ATENÇÃO...
NO DIA 29 DE MARÇO/2012 , QUINTA-FEIRA, DAS 8:00 ÀS 17:00 HORAS, ACONTECERÁ A FEIRA DO CHOCOLATE DE GRAMADO.
A FEIRA SERÁ NA SALA ONDE FUNCIONAVA A SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO (FUNDOS DO CRAS) E A VENDA SERÁ EXCLUSIVAMENTE PARA OS SERVIDORES MUNICIPAIS DE NOVA ESPERANÇA DO SUL.
A ORGANIZAÇÃO É DO SINDICATO DOS MUNICIPÁRIOS  E DA EMPRESA DO PARKE.
PARA OS SÓCIOS DO SINDICATO, CONDIÇÕES ESPECIAIS DE PAGAMENTO!


DÁ ÁGUA NA BOCA...


VENHA...


CONFERIR CADA ITEM...


segunda-feira, 26 de março de 2012

PROPOSTAS ELEITAS NA 1ª CONSOCIAL RS

Eixo I – Promoção da transparência pública e acesso à informação e dados públicos 1. Inclusão, no currículo do ensino fundamental e médio temáticas que despertem nos educandos e educadores a consciência crítica no que se refere a promoção da cidadania no que diz respeito ao acesso as informações relativas aos dados públicos, a transparência e ao controle social (proposta original n. 1). Quantidade de Votos: 151 2. Capacitação técnica permanente dos servidores e gestores públicos responsáveis pelo registro das ações, visando produzir documentos e bases de dados com linguagem acessível e informações qualificadas (proposta original n. 2). Quantidade de Votos: 81 3. Campanhas de mídia com linguagem simples e de fácil acesso para a população para atingir todas as classes sociais, divulgando nos vários canais de acesso às informações da gestão pública. Promovendo a divulgação da Lei 12.527/2011 através de mecanismos midiáticos para que a população se aproprie das ferramentas de controle social (proposta original n. 3). Quantidade de Votos: 79 4. Garantia de fontes de custeio e financiamento para a criação, fortalecimento e modernização das estruturas de arquivo, através de programas de gestão de documentos e modernização e agilização das informações dos arquivos públicos e dos contratos de prestação de serviços e licitações (proposta original n. 4). Quantidade de Votos: 755. 5.Criação de Conselhos Federal, Estadual e Municipal de Transparência pública. Para tanto se dará a implantação e intensificação das diferentes audiências públicas (presenciais e virtuais) como mecanismos de gestão pública (proposta original n. 5). Quantidade de Votos:75 6. Voto aberto nos órgãos públicos inclusive nas Casas Legislativas possibilitando um maior controle dos atos dos agentes políticos (proposta original n. 6). Quantidade de Votos: 69 7. Construir padronizações nos sites e portais transparência para que haja uma linguagem universal em todos os órgãos da administração pública (proposta original n. 7). Quantidade de Votos: 68 Eixo II – mecanismos de controle social, engajamento e capacitação da sociedade para o controle da gestão pública. 8. Ampliar e garantir a formação cidadã no ensino formal, e informal implementando de fato os Parâmetros curriculares nacionais, promovendo a educação político-constitucional como conteúdo de educação formal em todos os níveis, garantindo livre acessibilidade para pessoas com deficiência, seja disponibilizando textos em braile como interpretes da língua brasileira de sinais (libras) (proposta original n. 9). Quantidade de Votos: 67 9. Estimular e fortalecer a participação da sociedade nos processos participativos nas Leis Orçamentárias: PPA, LDO, LOA, bem como criar um sistema nacional de participação social (proposta original n. 10). Quantidade de Votos: 67 10. Formação para a cidadania, por meio da inclusão da educação fiscal, como tema transversal de forma interdisciplinar no sistema nacional de educação, em todos os níveis (fundamental, médio e superior), para educadores, estudantes e servidores, promovendo a compreensão do funcionamento do poder público, desde a arrecadação de impostos até a sua aplicação final (proposta original n. 11). Quantidade de Votos: 6411. 11. Realizar a capacitação técnica continuada para os conselheiros, representações comunitárias ou pessoas que atuam no controle social e transparência da Gestão Pública (proposta original n. 15). Quantidade de Votos: 62 Eixo III - A atuação dos conselhos de políticas públicas como instâncias de controle 12. Os conselhos devem ser órgãos paritários, fiscalizadores, consultivos, propositivos e deliberativos no controle e transparência da gestão de políticas públicas, estimulando a participação do cidadão do segmento ao qual representa e tendo como requisitos para ser conselheiro ter certidão de bons antecedentes e não estar respondendo processo sob qualquer instância visando a idoneidade (proposta original n. 18). Quantidade de Votos: 56 13. Prever no PPA-LDO-AO orçamento básico para o funcionamento dos conselhos municipais assegurando a autonomia dos mesmos e garantindo o suporte administrativo e operacional para o seu pleno funcionamento e autonomia, com total acesso as informações das atividades do executivo (proposta original n. 19). Quantidade de Votos: 52 14. Disponibilizar espaços físicos, estrutura adequada e condições financeiras, respeitando as verbas previstas em lei, para a manutenção dos conselhos, proporcionar transparência do trabalho com divulgação permanente das atividades na mídia, intensificando assim, o poder e a atuação dos mesmos, sendo criado o fórum de transparência e controle social nas três esferas administrativas (proposta original n. 20). Quantidade de Votos: 52 15. Que os governos das esferas federal, estadual e municipal, promovam capacitações continuadas a todos os conselheiros e delegados, inclusive através dos órgãos de controle (TCE, TCU, CGU) entre outros. Assegurem aos conselhos a implementação de recursos técnicos, administrativos, financeiros e materiais, visando a autonomia dos mesmos, fornecendo assim, as estruturas necessárias aos conselhos de direito (proposta original n. 23). Quantidade de Votos: 5016. 16.Que os governos das esferas federal, estadual e municipal promovam a capacitação plena e permanente dos membros de todos os conselhos, usando como estratégias: fóruns, conferências, cursos presenciais e a distância, materiais impressos e multimídia (proposta original n. 24). Quantidade de Votos: 49 Eixo IV – Diretrizes para a prevenção e combate à corrupção 17. Revisar a legislação criminal relativa aos crimes contra a administração pública, criando instrumentos legais e jurídicos capazes de buscar a efetiva punição e indenização e o ressarcimento dos prejuízos resultantes de atos de corrupção, criando uma legislação mais rígida para os corruptos passivos e ativos (proposta original n. 27). Quantidade de Votos: 47 18. Aperfeiçoamento do sistema de controle interno, visando agir em cima o conflito de interesses: estabelecer, através de mecanismos legais, efetiva autonomia das controladorias, a nível de união, estados e municípios, nas instâncias administrativas, política e financeira, tendo como finalidade a execução, prevenção e acompanhamento da gestão pública (proposta original n. 29). Quantidade de Votos: 44 19. Financiamento público das campanhas políticas, com maior divulgação dos canais permanentes de centrais de reclamações, ouvidorias, e de uma ampla reforma política (proposta original n. 31). Quantidade de Votos: 43 20. Penalização mais severa e efetiva para os que praticam qualquer forma de corrupção na administração pública (proposta original n. 34). Quantidade de Votos: 43 http://www.consocial.rs.gov.br

domingo, 25 de março de 2012

BOM DOMINGO


Nesse dia lindo quero apenas dizer para você jamais desistir de seus sonhos, seus objetivos!
Na dúvida entre estar certo ou errado, reflita: isso faz bem para mim, sem que prejudique os outros? Se as duas respostas forem, SIM! Então prossiga... Se não, repense seus objetivos e atitudes.
E muito embora pessoas possam te desprezar, ou queiram encobrir teu brilho, não te aflijas! O que você SABE  e o que você É, é o que realmente importa.
No final das contas, será você com sua consciência!

BOM DOMINGO A TODOS NÓS!

sexta-feira, 23 de março de 2012

Obrigado


Nada pode nos deixar mais felizes do que termos a certeza de que estamos atingindo nossos objetivos.
Pois é, hoje eu tive a prova de que atingi alguns dos meus!
Obrigado DEUS!
Obrigado a todos que confiaram em mim!
A cada dia, mais forte estarei, pois cada pedra jogada em meu caminho,uso-a para fortalecer minhas bases.

quarta-feira, 21 de março de 2012

PALHAÇADA

NÃO SEI... MAS ACHO QUE VOU TER QUE VESTIR O UNIFORME!!!
NÃO TENHO COMO ME SENTIR DIFERENTE NESTE EXATO MOMENTO!

terça-feira, 20 de março de 2012

Ganhe tempo no google

Uma reportagem da revista VIVA (Editora Abril), trazendo maneiras de agilizarmos as buscas no google, repasso-as:




- ENCONTRE APENAS O QUE DESEJA, COM RETORNOS ESPECÍFICOS: para que a palavra buscada apareça lá no título da pesquisa e não no meio do texto, coloque intitle: antes do termo desejado. Ex: se você quer procurar a receita de um bolo de chocolate, escreva: intitle:bolo de chocolate;


- ENCONTRE UMA MÚSICA: escreva uma frase famosa entre aspas e você descobrirá o autor, o título ou qual a letra da música que você procura;


- FAÇA BUSCAS PARA ESTUDOS: basta digitar a expressão site:edu.br e encontrará endereços de diversas universidades do País;


- PREVISÃO DO TEMPO: basta escrever tempo e a cidade que procura: tempo+nova esperança do sul;


- SINÔNIMOS A JATO : não é necessário procurar um dicionário online. Basta você digitar o que deseja e encontrar os significados. Ex: define(cacau) e tecle enter;


- FAÇA CONTAS EM SEGUNDOS: Use o google como calculadora particular. Basta jogar a conta no espaço dedicado à pesquisa (seja ela de somar, dividir,subtrair ou multiplicar) e clicar enter para obter o resultado.


Fonte: www.vivamais.com.br


E...BOA PESQUISA!!!!!!!!!!!!!!!!!

segunda-feira, 19 de março de 2012

Assédio moral

Me valendo de um post de uma colega querida, a qual admiro e respeito muito, me impulsionei para abordar esse tema novamente, aqui no meu espaço.
Parem e pensem: quem não conhece, pelo menos uma pessoa que passa por uma situação dessas?
E olha, se analisarmos não são poucas não, as pessoas vítimas do assédio moral.
Não fique com medo, procure alguém de sua confiança, peça ajuda e denuncie!
Sei que é um crime silencioso, de preferência que aconteça entre duas pessoas e quatro paredes! Mas é crime!
Um crime bárbaro que acaba na maioria das vezes, destruindo o bem mais preciso de um ser humano: o amor próprio, a auto-estima, pois leva a vítima a acreditar que realmente não vale nada!
Mas reúna provas, nunca faltarão provas, é só você ficar esperto! E denuncie já!


sábado, 17 de março de 2012

A 1ª CONSOCIAL Gaúcha foi realizada com Êxito

A 1ª Conferência Estadual sobre Transparência e Controle Social (Consocial/RS) aconteceu na quinta-feira, 15 de março de 2012, em Porto Alegre, com o auditório do Hotel Embaixador lotado. Em torno de 700 delegados eleitos em 241 cidades nas etapas municipais e regionais da Consocial participaram, durante todo o dia, do debate sobre mecanismos de transparência e controle de gestão e medidas de prevenção e combate à corrupção.

 O governador Tarso Genro, na abertura dos trabalhos, destacou a importância dos delegados que, de forma voluntária, se mobilizaram para representar suas cidades e regiões na Conferência. "Estamos vivendo um momento muito especial para o Rio Grande do Sul. Discutir o controle social e as questões como a corrupção e a extinção das funções públicas do Estado está no âmago da democracia", falou o Governador.

O diretor da Secretaria Nacional de Articulação da Secretaria Geral da Presidência e integrante da Comissão Organizadora Nacional da Consocial, Pedro Pontual, falou da relevância da aplicação da Lei Federal de Acesso à Informação Pública (Lei 12.527/11). "Este é um direito de todo cidadão e dever do Estado. O Rio Grande do Sul é, para o Brasil e para o mundo, uma escola da democracia participativa".

Na sequência do evento aconteceram as discussões para a eleição das diretrizes que serão apresentadas na Conferência Nacional, que acontece entre os dias 18 e 20 de maio de 2012, em Brasília. Os delegados foram divididos em quatro grupos para debater os seguintes temas: promoção da transparência e acesso à informação e aos dados públicos; mecanismos de controle social; atuação dos conselhos de políticas públicas como instâncias de controle e diretrizes para a prevenção e combate à corrupção.

 Os Delegados presentes elegeram os delegados que apresentarão na Conferência Nacional, entre os dias 18 e 20 de maio, em Brasília, as diretrizes e políticas públicas votadas na etapa estadual. Entre as prioridades eleitas pela delegação gaúcha está a criação de conselhos de transparência pública, a defesa do voto aberto no Legislativo, e a revisão da legislação relativa aos crimes contra a administração pública.
Os delegados, também reafirmaram a importância da autonomia financeira dos conselhos de políticas públicas e que estes devem ter poder fiscalizador, consultivo, propositivo e deliberativo no controle e transparência da gestão pública.

 Participaram também da abertura dos trabalhos o chefe da Casa Civil, Carlos Pestana, o presidente da Assembléia Legislativa do RS, Alexandre Postal, o presidente do Tribunal de Contas do Estado, Cezar Miola, o representante do Ministério Público Estadual, Roberval da Silva Marques, e o chefe regional da Controladoria Geral da União, Fábio Valgas. A Consocial/RS esteve sob a coordenação da subchefe de Ética da Casa Civil, Juliana Botelho Foernges.
Mesa Oficial 

Governador Tarso Genro

Cesar Miola- Presidente do TCE/RS

Esta Blogueira e a Colega Geni do Município de Porto Xavier-RS

domingo, 11 de março de 2012

CONSOCIAL


A 1ª Consocial tem como tema central: "A Sociedade no Acompanhamento e Controle da Gestão Pública" e o objetivo principal de promover a transparência pública e estimular a participação da sociedade no acompanhamento e controle da gestão pública, contribuindo para um controle social mais efetivo e democrático.


OBJETIVOS

A 1ª Conferência Nacional sobre Transparência e Controle Social - 1ª Consocial tem como objetivo principal promover a transparência pública e estimular a participação da sociedade no acompanhamento da gestão pública, contribuindo para um controle social mais efetivo e democrático que garanta o uso correto e eficiente do dinheiro público.
Os objetivos da 1ª Consocial são:
  • Debater e propor ações da sociedade civil no acompanhamento e controle da gestão pública e o fortalecimento da interação entre sociedade e governo;
  • Promover, incentivar e divulgar o debate e o desenvolvimento de novas ideias e conceitos sobre a participação social no acompanhamento e controle da gestão pública;
  • Propor mecanismos de transparência e acesso a informações e dados públicos a ser implementados pelos órgãos e entidades públicas e fomentar o uso dessas informações e dados pela sociedade;
  • Debater e propor mecanismos de sensibilização e mobilização da sociedade em prol da participação no acompanhamento e controle da gestão pública;
  • Discutir e propor ações de capacitação e qualificação da sociedade para o acompanhamento e controle da gestão pública, que utilizem, inclusive, ferramentas e tecnologias de informação;
  • Desenvolver e fortalecer redes de interação dos diversos atores da sociedade para o acompanhamento da gestão pública;
  • Debater e propor medidas de prevenção e combate à corrupção que envolvam o trabalho de governos, empresas e sociedade civil.



    ######################
    Cada vez mais o Setor Público caminha para o lado da TRANSPARÊNCIA.
    Para muitos ainda parece uma novidade, desejam manter tudo em sigilo como nos velhos tempos em que tudo se fazia e nada se explicava à sociedade.
    Essa iniciativa da Controladoria Geral da União vem de encontro ao anseio da sociedade, que não mais aceita ver seu dinheiro gasto sem saber onde.
    Participe você também, seja ativo em sua sociedade!

sábado, 10 de março de 2012

Faxineira junta dinheiro e compra apartamento de frente para o mar



Kíria Meurer


Itapema, SC
O ritmo é forte. O serviço é pesado. Mas a aposentada Rita Graczyk sempre foi uma daquelas pessoas apaixonadas pelo trabalho. “Eu gosto. Imagina se eu não gostasse. Gosto muito”, diz.
Ela aprendeu a combinar capricho e economia. “Não é o produto que limpa, mas sim o esfregar, o capricho e a boa vontade”, resume.
Rita costumava fazer 14 faxinas por semana. Ela limpava uma casa de manhã e outra à tarde. No sábado, ainda deixava os corredores e as escadarias de três prédios brilhando. Como ela conseguia fazer tanta coisa em tão pouco tempo?
“Acelerando e trabalhando sempre em cima do relógio”, responde. “Tudo eu economizo, até meu tempo.”
Para varrer a casa? Quinze minutos. Para tirar o pó? Vinte minutos. Para lavar o banheiro? Mais 20. O passo acelerado é outro segredo de economia de Rita.
“Sempre fui trabalhar a pé. Nunca utilizei ônibus. Nunca fui de carro, sempre a pé. Ando até 40 minutos, mas o segredo era levantar mais cedo para chegar no horário”, conta.
Com um bom humor danado e muita disposição, a faxineira construiu um patrimônio de dar inveja. A duas quadras de uma das praias mais badaladas de Santa Catarina está o apartamento de 155 metros quadrados que Rita também limpa com gosto, mas por puro prazer: no local, ela faz o papel da dona de casa.
"Quando eu vim morar para cá, eu me beliscava. Será que isso é nosso mesmo? Será que isso não era um sonho?", lembra Rita.
Para comprar a beleza de apartamento, Rita não pediu dinheiro em banco. Fez uma "matemática".
“Nós guardamos dinheiro, compramos três terrenos, esperamos os terrenos valorizar e depois vendemos e pagamos com mais um pouco de dinheiro que nós juntamos. Foi o que a gente fez”, explica.
Na época, ela ainda deu um jeitinho de não vender o antigo apartamento. Viu nele uma boa fonte de renda. “Não se deve vender o que a gente tem. A gente tem que adquirir para comprar outro, não vender”, ensina.
A lógica de Rita não parece lição de economia? Ela completou 60 anos e há dois meses decidiu parar de fazer faxina na casa dos outros. Mas só pôde se dar ao luxo porque a vida inteira controlou cada tostão. Ela nunca atrasou uma conta.
“Se você deixa hoje atrasar, amanhã tem duas. O condomínio é a mesma coisa. Você tem desconto de 20% pagando em dia. Você junta o ano todo, consegue pagar as duas últimas parcelas só com o desconto que teve durante o ano”, explica.
A filha, a pedagoga Josiani Graczyk, aprendeu com o exemplo: “Não pode gastar mais do que tem. Isso não pode.”
Rita só faz compras à vista. Teve paciência para juntar dinheiro e pagou todos os eletrodomésticos do apartamento novo de uma vez só. Faturou um desconto de R$ 1.050 mil. “Dá para dizer que praticamente a máquina de lavar roupa veio de graça”, reflete.
Ela não usa cheque nem cartão de crédito. Comida, ela sempre faz em casa. Ela precisa pensar para se lembrar da última vez que foi a um restaurante. “Agora lembro. Nós fomos comer fora quando a gente fez 25 anos de casado. Isso faz uns seis anos. Isso aí ajuda muito na economia de cada um, por isso a gente consegue comprar as coisas. Não é porque ganha um monte de dinheiro, não.”
Na hora de comprar roupa, Rita ensina: para fazer economia, é preciso gastar um pouco mais. “Eu compro roupa boa, pago um pouquinho mais caro, lavo ela no tanque, não coloco na máquina. Posso até botar para centrifugar e depois eu passo ela do avesso. A roupa dura mais.”

Rita cobrava R$ 50 por faxina. Juntando o salário dela com o do marido, que é pedreiro, a soma chegava perto de R$ 3 mil. Rita pode se esbaldar agora porque sabe direitinho quanto custa ganhar e guardar o dinheiro.
“Você vai trabalhar, acha seu trabalho tão pesado e aí você gasta à toa? Não pode”, ressalta.
O aposentado Valfredo Schmitt também é da turma que economiza no centavo. Ele conta até vantagem na padaria! “Dei uma moeda de R$ 1 e ela me voltou com R$ 0,50. Estou no lucro com R$ 0,03”, calcula. “Já fiz minha economia do dia. Ou parte da economia.”
Esse jeito de levar a vida rendeu uma fama e tanto: “Chorão”, define a dona de loja. “Casquinha”, diz a dona da padaria Bernadete Maria Boss.
Valfredo e a mulher ganharam a vida como operários de indústria têxtil. Ele recebia pouco mais de dois salários mínimos por mês, o equivalente, hoje, a R$ 4 por hora. Ela, também. Juntos, definiram um limite: os gastos da casa não podiam ultrapassar a renda de um deles - o salário do outro virava poupança.
“Eu trabalhava em média 24, 25, 26 horas por semana de hora extra”, lembra Valfredo.
Para comprar a primeira casa própria, Valfredo passou três anos folgando apenas uma vez por mês. Oportunidades para economizar? Ele sempre viu, por toda parte.
“Eu acho que se eu puder ir a pé ou de bicicleta, é exercício. E isso está me trazendo saúde.”
Os filhos cresceram ouvindo: “Apaga a luz, economiza água, só põe no prato aquilo que vai comer”, relata consultor de informática Sidnei Schmitt.
“Eles tinham no máximo cinco minutos para tomar banho”, revela Valfredo. “Se passasse de cinco minutos, eu ia lá cobrar. Bati na porta várias vezes cobrando.”
As regras sempre foram muito claras. Na hora de fazer compras... “Só se compra aquilo que realmente necessita. No máximo um sapato por ano. Quando ele aguenta, passa de um ano tranquilamente”, diz o aposentado.
E na hora de pagar... “Meu hábito é ir falar com a gerente, principalmente a dona. A dona é mais prático de a gente convencer, sabe?”, brinca, olhando para a gerente de loja. “É um segredo”, ri ela.
Segredo para conseguir desconto. É o rei da economia. Mesmo com um salário modesto, Valfredo e a mulher deram um empurrãozinho na vida financeira dos filhos.
“Sem dívida e sem mexer na poupança. Fizemos festa de casamento, festa de formatura, compra de casa para a Luciana, boa poupança para o Sidnei, e isso sem mexer no capital, no especial. Só economizando”, diz.
Um esforço que emociona. “Muito orgulho, muita gratidão, sempre”, elogia, emocionada, a assistente de vendas Luciana Schmitt.
No fim das contas, Valfredo conseguiu uma proeza: quitou a casa onde mora hoje e ainda comprou um apartamento na praia. Isso tudo sem nunca ter feito um empréstimo bancário. “Fizemos isso só na força da poupança, guardando dinheiro.”
A fórmula de Valfredo seria a mesma de Rita? Qual o segredo?
“Muito amor ao trabalho, muito amor à vida, muito amor ao capricho, uma luta diária”, conclui Valfredo.
Rita e Valfredo, os nossos dois mestres na arte de economizar, têm mesmo muita coisa em comum. Eles são irmãos, filhos de agricultores, cresceram em uma família grande e aprenderam desde cedo o que fazer, não só em tempos de vacas magras, mas também em época de fartura.
“A nossa mãe sempre dizia: meus filhos, guardem na fartura que vocês têm na necessidade”, diz Valfredo.
A vida na roça foi uma escola. A família Schmitt só via dinheiro uma vez por ano. “Tínhamos que gastar aos poucos. Tinha que sobreviver com aquilo”, lembra Valfredo.
Foi assim que Rita e Valfredo descobriram o caminho para conquistar um belo lugar ao sol. Hoje, Valfredo usa o dinheiro da aposentadoria para se aventurar pelo mundo. Já fez dois cruzeiros e planeja ir ainda mais longe.
“Temos o projeto de ir mais uma vez ano que vem, quem sabe a gente vai fazer um cruzeiro para a Espanha. Estamos projetando para ir para a Espanha ano que vem”, revela.
Rita ainda está se acostumando com esta vida boa. “Eu sempre falava, para todas as minha patroas, que eu ia querer ser dona de casa de manhã e uma madame de tarde. Olha só. Está começando”, ri
##################
Acho que devemos analisar e aprender com essas 2 lições!

sexta-feira, 2 de março de 2012

Assembléia Geral




A Direção do Sindicato dos Municionários de Nova Esperança do Sul - SIMNESP, convida a todos os Servidores Municipais para a reunião que acontecerá no dia 07 de março de 2012, às 19 horas, na sede do Sindicato, tendo como finalidade a apresentação e discussão do Plano de Carreira dos Servidores e Respectivo Quadro de Cargos e Funções.
Na oportunidade estará presente o Assessor Jurídico do Sindicato, Dr Émerson Roberto Lewandowski, da cidade de Santa Maria/ RS.
Participe! Dê sua opinião!