sexta-feira, 4 de novembro de 2011

Manotaços

Celso Souza: Manotaços


Carrego nas mãos, as marcas de ontem

Já perdi o medo, pois aprendi...

Aprendi ser valente neste meu caminho,

Muitas vezes sozinho, mas cheguei aqui.

Levei manotaços, pois a vida é rude

Lutei como pude, e não me entreguei

Sem primaveras, no meu peito tapera

Vivia de sonhos, mas tudo eu amei...

Sonhei com liberdade, mas não quis me enganar

Somos diferentes, classes não são iguais

Hoje temos a distancia que negaceia o passado

Onde laçava meus planos pra conquistar ideais.

Levei manotaços, por pensar igualdade

Me negaram espaço, assim mesmo plantei

Não importa o retorno, o importante é que eu fiz

Foi no timbre do braço, que sustentei a raiz...

Foi no timbre do braço amigo, que sustentei a raiz...


manotaço (http://michaelis.uol.com.br)
ma.no.ta.ço
sm (cast manotazo) Reg (Sul e Centro) Pancada que o cavalo dá com um ou os dois membros anteriores.



############
Dedico a letra dessa música, quem puder ouça-a, é linda, a todos que assim como eu, aguenta firme os "manotaços" e segue lutando, pois acredita que tudo vale a pena, quando a alma não é pequena.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

SINTA-SE A VONTADE AO FAZER SEU COMENTÁRIO...