quinta-feira, 2 de junho de 2011

A Hora da Verdade

Está chegando o momento. Dentro de pouco tempo você será um recém formado. Congratulações!
Espero que tenha curtido bastante a colação e o baile de formatura, se comprou um anel, use-o com orgulho; porque, de agora em diante, começarão os seus problemas.
Esteja trabalhando ou não, você irá defrontar-se com a verdade; ou seja, como exercer na plenitude tudo aquilo que aprendeu na Universidade.
Antecipo: não vai. E se isso for demasiado importante para você, prepare-se para sofrer muito.
Você será apresentado à máxima “na teoria a prática é outra”. Muito do que você aprendeu, na verdade não aprendeu, foi informado e adquiriu, na melhor das hipóteses, uma boa visão sobre o assunto, mas introdutória.
O jogo mesmo vai começar agora.
Não se assuste nem perca o ânimo, tem sido assim há muito tempo.
O erro fundamental não é seu, é do processo de formação de pessoas que adotamos no país.
Muitos já vivenciaram isso antes de você e, de uma forma ou de outra, superaram o trauma.
Você também irá superar.
Há uma receita infalível para minimizar as coisas e compreender a realidade do mundo do trabalho: humildade e bons ouvidos.
Ser humilde, para aprender; e ouvir, para saber como as pessoas trabalham há muito tempo.
Isso o tornará bem aceito; as pessoas valorizam a humildade e apreciam ser ouvidas.
Não hesite em perguntar muito, mesmo que você saiba, ou pense que saiba.
Você vai descobrir muita coisa e aprender outras tantas.
Seja criterioso em suas avaliações e escolha um mentor.
Discuta com ele suas angustias e visões profissionais e, principalmente, leve a sério suas indicações e recomendações.
Isso vai amadurecê-lo e ajudará muito a formá-lo como bom profissional.
Atente apenas para ter como tutor alguém de bom caráter e que seja reconhecido como profissional sério e competente.
Empresas bem estruturadas costumam fazer isso; elas mantém estruturas focadas no desenvolvimento de jovens profissionais e, o que é melhor, crêem nisso.
De toda forma, prepare-se para ter que fazer por si mesmo.
Essas dicas práticas que estou apresentando poderiam ser denominadas de gestão de carreira.
Ou a empresa faz isso ou você assume o controle do processo.
Outro ponto importante é:
estude sempre e muito e, fundamentalmente, sobre tudo, principalmente temas distintos dos da sua área de atuação na empresa. Com isso você ampliará sua empregabilidade e estará se candidatando naturalmente a promoções horizontais e a “job rotations”.
Sucesso profissional é algo que depende de muita dedicação e constante aperfeiçoamento.
Não confunda dedicação com trabalhar 14 horas por dia.
Isso o afastará do sentido da vida e não tardará a trazer-lhe conseqüências pessoais nefastas. Manter a mente arejada e sadia é fundamental. Leia muito: poesia, romance, ficção e livros profissionais também.
Ouça música: varie os gêneros, experimente alguns que você nunca se apercebeu.
Vá ao cinema e ao teatro. Visite museus. Mas principalmente, ame muito. O trabalho é meio subsidiário disso tudo, jamais o contrário.
Eu só quis oferecer um alerta para que você não chegue na empresa imaginando que ninguém sabe nada e que só você ‘manja’ de tudo.
Você sabe algumas coisas, com as quais deve contribuir, mas o fato é que tem muito a aprender e a Universidade não ensinou.
Principalmente, a Universidade não ensina a viver. Viver é um exercício diário de sentir e perceber o mundo a partir e com os seus semelhantes. Se você entender isso, terá dado o primeiro passo para uma carreira brilhante.

 Por Sérgio Compagnoli - Consultor de Gestão. Pós graduado em Especializado em Administração de Recursos Humanos pela Fundação Getúlio Vargas-SP. 25 anos de experiência em Recursos Humanos e Gestão de Sistemas da Qualidade. Especializado em Treinamento e Desenvolvimento de Pessoas e Implementação de Sistemas da Qualidade – ISO 9000.

##############
Essa é uma realidade que aconteceu comigo.
Sempre que nos aproximamos do momento da "formatura", pensamos que estamos com tudo... ninguém sabe mais que nós que lemos 16 livros para o trabalho de conclusão do curso.
Mera petulância e falta de humildade!!!! Os livros são úteis sim, trazem muitas informações. Adoro ler, estou sempre lendo, não leio apenas quando estou concluindo um curso(hehehhe).
Mas a verdade é que a prática é bem diferente do que costumamos ler nos livros e aprender nos cursos por aí. Não me refiro apenas em questões profissionais, essa realidade egloba todos os aspectos da nossa visa, inclusive dentro de uma instituição religiosa, social, cultural,etc...
Ah, conto como a realidade aconteceu comigo: em 2001, quando me formava em Administração decidi, juntamente com uma amiga a abrir uma loja de confecções. UAUHHH!!!! Eu sabia tudo de administrar, hehehe.
Na mesma oportunidade abria uma outra loja no mesmo ramo, e eu comentei: eles não são páreo para nós! Não foram mesmo, eu e minha amiga quebramos em pouco mais de um ano e eles continuam com a loja de vento em popa até, hoje, depois de 10 anos....
A principio o trauma, a desilusão e só depois fui entender a dura realidade do significado de uma FORMATURA.
Humildade nunca faz mal a ninguém, eu aprendi!!!!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

SINTA-SE A VONTADE AO FAZER SEU COMENTÁRIO...