sexta-feira, 28 de maio de 2010

Para refletirmos

LENDA ÁRABE


"Diz uma linda lenda árabe que dois amigos viajavam pelo deserto e em um determinado ponto da viagem discutiram.
O outro, ofendido, sem nada a dizer, escreveu na areia: HOJE, MEU MELHOR AMIGO ME BATEU NO ROSTO.
Seguiram e chegaram a um oásis onde resolveram banhar-se. O que havia sido esbofeteado começou a afogar-se sendo salvo pelo amigo.
Ao recuperar-se pegou um estilete e escreveu numa pedra: HOJE, MEU MELHOR AMIGO SALVOU-ME A VIDA.
Intrigado, o amigo perguntou: -- Por que depois que te bati, você escreveu na areia e agora escreveu na pedra?
Sorrindo, o outro amigo respondeu: -- Quando um grande amigo nos ofende, deveremos escrever na areia onde o vento do esquecimento e do perdão se encarregam de apagar. Porém quando nos faz algo grandioso, deveremos gravar na pedra da memória do coração onde vento nenhum do mundo poderá apagar".

##############
Nesse fim de semana, vamos parar uns minutos e refletir sobre esta bonita história. Como será que estamos (Re)agindo frente às "Bofetadas" que levamos?
Nunca esquecendo que violência gera violência.

quinta-feira, 27 de maio de 2010

Nota Técnica Atuarial

(Papel Timbrado)


Ente Federativo:
Unidade Gestora:
Nome do Plano:
Representante Legal do Ente Federativo:
Representante Legal da Unidade Gestora:
Atuário Responsável:


CERTIFICADO
Certifico para os devidos fins, que a Nota Técnica Atuarial por mim elaborada em __/__/____, descreve de forma clara e precisa as características gerais do plano de benefícios, a formulação para o cálculo do custeio e das reservas matemáticas previdenciárias, as suas bases técnicas e premissas a serem utilizadas nas avaliações e reavaliações atuariais, como fundamento para observância do equilíbrio financeiro e atuarial.
___________________________
Atuário responsável

Certifico para os devidos fins, que a Nota Técnica Atuarial elaborada pelo Atuário responsável técnico, em __/__/____, é o documento a ser utilizado nas avaliações e reavaliações atuariais do Plano de Benefícios ________, administrado por esta Unidade Gestora, estando ciente de que quaisquer alterações deverão ser objeto de termo aditivo e justificativa técnica a ser apresentada à Secretaria de Políticas de Previdência Social do Ministério da Previdência Social.
______________________________
Unidade Gestora

Certifico para os devidos fins, que a Nota Técnica Atuarial elaborada pelo Atuário responsável técnico, em __/__/____, é o documento a ser utilizado nas avaliações e reavaliações atuariais do Plano de Benefícios ________, administrado pelo Regime Próprio de Previdência Social deste Ente Federativo como fundamento para observância do equilíbrio financeiro e atuarial em atendimento ao art. 40 da Constituição.

______________________________
Ente Federativo

###############
Em cumprimento à exigência para emissão do Certificado de Regularidade Previdenciária – CRP relativa ao envio da “NOTA TÉCNICA ATUARIAL”, com fundamentos na Lei nº 9.717/98, art. 1º, caput; Portaria nº. 204/08, art. 5º, II e art. 14; Portaria nº 402/08, art. 8º e 9º e Portaria nº. 403/08, art. 5º, §1º, o Ente Federativo instituidor de Regime Próprio de Previdência Social deverá encaminhar à Coordenação-Geral de Auditoria Atuária Contabilidade e Investimentos a Nota Técnica Atuarial contendo os elementos mínimos estabelecidos no Anexo da Portaria MPS nº 403/08 e o Certificado devidamente assinado, conforme modelo disponível acima, preferencialmente, por documentos digitalizados, para o endereço eletrônico cgaai.atuaria@previdencia.gov.br até 31 de março de 2010.
Ainda tem alguns municípios da nossa região que não enviaram. Vamos atentar ao prazo que é 31 de março e não mais 31 de julho.
Não podemos perder verbas Federal, heim pessoal!!!!!!!

quarta-feira, 26 de maio de 2010

CPA-10/ANBID

PORTARIA Nº 155, DE 15 DE MAIO DE 2008
(Publicada no D.O.U. de 16/05/2008)

Art. 2º A União, os Estados, o Distrito Federal e os Municípios deverão
comprovar junto à SPS que o responsável pela gestão dos recursos dos seus
regimes próprios de previdência social tenha sido aprovado em exame de
certificação organizado por entidade autônoma de reconhecida capacidade
técnica e difusão no mercado brasileiro de capitais, cujo conteúdo abrangerá,
no mínimo, o contido no anexo a esta Portaria.

IV - os Municípios detentores de recursos dos seus RPPS em montante de até
R$ 5.000.000,00 (cinco milhões de reais), até 30 de junho de 2011. (Incluído
pela Portaria MPS nº 345, de 28/12/2009)

#########################################################################
Os Servidores, Gestores dos Recursos Financeiros dos RPPS, deverão ser aprovados em exame de certificação para tanto. O prazo varia de acordo com o montante em dinheiro em cada RPPS.
Os RPPS com valores até cinco milhões de reais tinham o prazo até 31 de dezembro/2009, mas a Portaria MPS nº 345, de 28 de dezembro de 2009, ampliou o prazo para 30 de junho de 2011.
Mas, na medida do possível e bem melhor para os municípios que tiverem os gestores dos recursos financeiros dos RPPS qualificados, aconselho a não deixarem para última hora. A prova não é das mais fáceis.
A AGIP, estará promovendo um curso de imersão, para preparação para a Prova de CPA-10/ ANBID, no período de 21 a 25 de junho de 2010. Para inscrever-se basta acessar o site: www.agip.org.br
O curso será realizado na cidade de Bento Gonçalves/RS
Vale a pena! Garanta sua vaga.

sábado, 22 de maio de 2010

Tola inveja

A inveja é um sentimento inferior que se traduz pelo desejo da pessoa ser o que o outro é, ou possuir o que o outro detém.
É comum se invejarem as pessoas ricas, famosas, as que têm poder. Invejam-se reis, artistas, empresários de sucesso.
O que não se analisa, nem se cogita é que a riqueza, a fama e postos de comando têm um preço.
Vendo as personagens que invejamos desfilarem nas páginas das revistas ricamente ilustradas, ou nas imagens televisivas, constatamos somente a parte boa, positiva.
As pessoas famosas, entretanto, não conseguem ter vida particular e nem realizar coisas simples, que desejariam.
Para saírem à rua, necessitam de esquemas de segurança, disfarces, horários próprios, uma série de cuidados.
Vivem em mansões ou palácios, mas não têm o direito de andar pelas ruas, olhando vitrines, descontraídas.
Não podem sentar num banco de jardim público, comer pipocas e ficar olhando o ir e vir das pessoas, numa tarde de sol morno.
Viajam em jatos particulares, têm uma agenda disputada, compromissos infindáveis e não conseguem um minuto de paz. Onde quer que estejam, fotógrafos, repórteres se encontram à espreita para fotografar, criticar, mostrar ao público.
Frequentam lugares sofisticados e caros, onde se sentem sempre como se estivessem em uma vitrine, observadas por todos.
Quando não, perseguidas por uma legião de fãs que tudo querem ver, saber, conhecer, disputar.
Se adoecem, não têm direito à privacidade. Detalhes dos exames realizados, do diagnóstico, tudo é do interesse do público.
Dramas familiares, que desejariam ficassem guardados entre as paredes do lar, logo se tornam de domínio público. Já pensamos como se sentiram aqueles que, porventura, tiveram apresentados a público a filha que se envolveu com drogas, ou o filho que se prostituiu?
Nos momentos de luto e dor, nem podem expressar toda a sua verdadeira dor, porque as câmeras de TV os estão focalizando, os microfones estão a postos para tudo registrar, captar.
Talvez prezassem ficar em silêncio e a sós, velando o corpo do afeto que partiu. Contudo, não lhes é permitido. Elas não se pertencem. A sua vida é do interesse da sociedade. Todos querem ver, falar, opinar, tocar.
Antes de invejarmos a vida do outro, o cargo, o poder, a riqueza, pensemos se teríamos condições de suportar e pagar o preço que é exigido.
Porque a fama, a riqueza, o poder não são meras circunstâncias na vida. São provações ou expiações para o Espírito reencarnado. Tanto quanto o anonimato, a pobreza, a subalternidade.
Todas são etapas de crescimento e de progresso e cada um, onde esteja, delas se deve utilizar com sabedoria, extraindo toda a experiência que oferecem.
Cada um de nós está colocado no lugar exato. Ninguém que esteja recebendo o que não merece.
Enquanto nos colocamos na posição de invejosos, sonhando e desejando ardentemente o que os outros usufruem, nos esquecemos de valorizar o que possuímos e o que somos.
Esquecemo-nos das bênçãos da família que nos sustenta afetivamente, do emprego que nos permite aprendizado e nos garante o salário da honra.
Esquecemos do amor de Deus que, todos os dias, posiciona o sol, dispõe a chuva, alimenta os campos e reproduz os grãos.
Amor divino que se estende para todos, ricos e pobres, famosos e anônimos, poderosos ou subalternos.
Fonte:
Redação do Momento Espírita com base em conferência de Raul Teixeira, proferida em 22.08.1999, no IV Simpósio Paranaense de Espiritismo, em Curitiba, Paraná.

sexta-feira, 21 de maio de 2010

Artigo Espírita

Cristianismo e reencarnação
Por José Reis Chaves

O fenômeno da reencarnação é o alvo principal dos ataques contra os fundamentos do Espiritismo, mas, a reencarnação já é aceita, hoje, por dois terços da população do planeta. Acontece com ela o que aconteceu com a verdade do heliocentrismo (giro da Terra em torno do Sol). Não adiantou a Igreja Católica e as protestantes terem dado as suas broncas, pois acabou sendo derrotado o seu geocentrismo (o giro do Sol ao redor da Terra). E a reencarnação, só condenada pela Igreja em 553, não é anticristã, já que a ressurreição bíblica é do espírito, inclusive a do próprio Jesus (1a Carta de 1 Pedro 3,18 e 1 Coríntios 15,44), e não da carne. E, justamente por essa ressurreição da carne ser contra a Bíblia, é que ela foi transformada em dogma inserido no Credo recitado nas missas. Relembremo-nos de que as próprias palavras gregas “palingenesia”, “anastásis” e “egérom” significam ressurreição e reencarnação. Alguns líderes religiosos afirmam que o Espiritismo é feitiçaria, que os médiuns são loucos e que os espíritos dos mortos são demônios. Neste particular, até que eles estão certos, pois os espíritos dos mortos são mesmo demônios (do grego daimon, almas boas ou más).
Porém, ainda há aqueles que alegam que os fenômenos espíritas são fraudes. Fazem mágicas e truques, dando a entender que os fenômenos espíritas são essas coisas! Mas, se os espíritas são voluntários, por que eles fariam trapaças?
E temos agora uma piada, qual seja, que os espíritas, por não acreditarem em todos os dogmas, não são cristãos. No entanto, o nazareno disse: “Conhecereis meus discípulos por muito se amarem uns aos outros.” Se estivessem certos, esses líderes religiosos, os apóstolos, não seriam também cristãos, pois nem sequer eles conheciam os dogmas polêmicos ainda não criados pelos teólogos!
Acesse mais artigos gratuitos no site da Revista Cristã de Espiritismo.
http://www.rcespiritismo.com.br/


Achei muito interessante esse artigo, por isso decidi publicar aqui.

Inicio das aulas

Ontem, dia 20 de maio, foi meu primeiro dia de aula no curso de Pós-Graduação em Administração Pública e Gerencia de Cidades,na UNINTER - Pólo Santiago.
Foi uma aula maravilhosa, com o Profº Rodrigo Pironti. Estudamos Controle Interno e Auditoria Governamental.
O Profº Rodrigo na sua abordagem, sanou uma grande dúvida que eu vivia me questionando e questionando várias pessoas.
O Profº falou ontem que o Controle Interno é um AUXÍLIO e não um LIMITADOR, que ele é um Facilitador de análise ao Controle Externo e um resguardo aos Gestores.
Eu sempre pensei que era assim,o que eu pesquisava dizia que era assim, mas pelo que eu ouvia nao era isso.
Feliz fiquei eu, pois gosto muito de ficar "oferecendo"sugestões e sendo assim, sei que vou poder trabalhar tranquila, exatamente como estava querendo. Sempre lutando para que as coisas fiquem melhor, sugerindo, criticando também. Mas sempre detestei pessoas que só fazem criticas, nunca têm uma idéia para mudar, inovar, sugerir.
Portanto, quem tiver a oportunidade, auxilie seu Gestor Municipal/Estadual/Federal, pois assim estará auxiliando a todos nós cidadãos.
Ah...e pelo que li no Calendário das aulas, as próximas serão ainda melhores.

terça-feira, 18 de maio de 2010

Serviço Público

Eu acho triste a forma como nós, servidores públicos, somos tratados. Os termos pejorativos usados para denegrir a nossa classe. Isso me põe a pensar...pensar... porque será que isso acontece? Afinal, problemas e trabalhadores acomodados existem em todos os ramos de trabalho. Até mesmo nas empresas privadas.
Nesse meu pensar e pensar... me deparo com realidades muito decepcionantes. Vejo Servidores públicos que depois de passado o estágio probatório, que infelizmente é de apenas 3 anos, se atiram nas cordas e agem como se não fosse mais preciso pensar em TRABALHO, afinal, já têm seu  EMPREGO! Não buscam cursos de atualização, não se preocupam em fazer uma faculdade, em evoluir!
E o que é pior, não tem nem sensibilidade para atenderem os contribuintes que lhes pagam seus salários.
Lógico que tem muitos servidores públicos que trabalham com muita dedicação, vestem a camisa e respeitam os contribuintes, colegas e superiores hierárquicos.
Uma batata podre pode até não apodrecer às demais, mas que deixa todas fedendo, deixa!
Penso que TODOS os servidores públicos, e porque não os da iniciativa privada também, deveriam ser OBRIGADOS a passarem por cursos de Atendimento ao Público, no mínimo!
Nesse meu pensar e pensar... espero que todos os trabalhadores que realmente amem seus trabalhos, se esforçam e são dedicados, que não se deixem contaminar pelos demais, mesmo que sejam minoria!
Afinal, tratar bem as pessoas não é apenas um dever de trabalhador, mas um dever de todo ser humano!

domingo, 16 de maio de 2010

Domingo para descansar

Eita dia gostoso esse. Garoa, frio...Tudo convida a descansar um pouco.
Ainda mais depois de uma janta maravilhosa, ontem, com tudo a que se tem direito, mais o vinho para acompanhar, claro. Isso tudo na casa de uma tia (Inclui-se aqui, tio, tia, primas e primo emprestado,heheh).Obrigado por tudo, quase entrei em coma diabético,hehehe.
Mas como hoje está um dia convidativo ao descanso, resolvi esquecer um pouco o trabalho e seus prazeres e incômodos. Resolvi ler um pouco. Eu amo ler. Hoje estou lendo  "Entrevistas" de Chico Xavier/Emmanuel. Esta obra faz parte de uma série de cinco, que enfocam entrevistas concedidas por Chico Xavier, sempre assistido por seu mentor Emmanuel. Entrevistas essas ocorridas por meio de Jornais, Rádios e Programas de TV. Esta coleçao é popularmente conhecida como "Pinga Fogo".
Quem dera eu, ser 1% do que Chico Xavier foi. Eu ja seria demais!!!! Mas ao menos duas coisas de seu caráter, eu procuro seguir: Humildade e caridade para como nossos irmãos.
Para mim, ter ingressado no Espiritismo Kardecista, foi o maior presente que DEUS me deu. Comecei a entender o "porque" de tantas coisas na minha vida. E hoje, posso afirmar, sou muito mais feliz!!!!

quarta-feira, 12 de maio de 2010

VIII Seminário Sul Brasileiro de Previdência Pública

 Para quem gosta ou precisa estar a par sobre o tema RPPS eis o caminho....
Assista ao vivo :http://www.abipem.org.br/, no link TV ABIPEM!
Para quem está disposto a aprender e se manter atualizado, não há impedimentos, por mais que tentem, não há!
Neste maravilhoso site na TV ABIPEM também é possível assistir vários vídeos com as palestras realizadas neste Brasil todo.

P.S. o VIII Seminário acontece entre os dias 12 a 14 de maio de 2010.

quinta-feira, 6 de maio de 2010

CRP

Estive pesquisando os municípios da região (pesquisei 8) e apenas um municipio está com CRP vigente e sem nenhuma irregularidade, que é o município de Mata, vou citar porque isso é motivo de Destaque mesmo.
Dois municípios estão com seu CRP por vencer, um vence no dia 10 e outro no dia 24 de maio/10 e, pior, com vários critérios irregulares.
Já cinco (5) municípios estão sem CRP.
O CRP (Certificado de Regularidade Previdênciária), é obrigatório estar vigente para que o município receba verbas Federais (Exceto as verbas da Educação, Saúde e Assistência Social).
Isso me preocupa. Gente, este é ano eleitoral, sabemos que é o ano em que os municípios mais recebem verbas para aplicar em obras públicas.
Vamos correr contra o tempo pessoal, vamos cobrar nossos administradores!!!!
Aqui fica uma dica de um evento interessantíssimo, com participaçao da Dra Zanita e Dr Gustavo, Coordenadores do MPS de Brasília, é uma ótima oportunidade para sanar dúvidas e quem sabe, liberar esses CRPs logo.
Evento de muita utilidade não só aos servidores que trabalham com RPPS, mas para Prefeitos, Presidentes de Camaras de Vereadores,Vereadores,Secretários, Conselheiros.
O site para Inscrição é : http://www.agip.org.br/ e o evento é o VIII Seminário Sul-Brasileiro de Previdência Pública, nos dias 12,13 e 14 de maio de 2010, na cidade de Novo Hamburgo/RS. Ainda restam vagas, vamos aproveitar!

domingo, 2 de maio de 2010

Sindicatos,Sindicalismo

A definição etimológica de sindicato é aquele que assiste em juízo ou justiça comunitária (do latim syndicus; grego sundikós). Hoje definimos como instituição utilizada para a organização dos trabalhadores na luta por seus direitos, sendo pessoas jurídicas de direito privado reconhecidas por lei como representantes de categoria de trabalhadores ou econômicas (empregadores).
Os sindicatos têm como finalidade defender os direitos e interesses, coletivos ou individuais, de uma categoria profissional; manter serviços de orientação sobre direitos trabalhistas e defender os direitos dos associados.
Os sindicatos funcionam com a associação de trabalhadores de uma mesma categoria profissional ou de empresas ou entidades que atuam em um mesmo ramo de atividades como por exemplo, o sindicato de escolas particulares. Os sindicatos de trabalhadores são chamados de Profissionais e o de empresas de Sindicatos Patrimoniais.
No Brasil, os sindicatos são mantidos por uma contribuição obrigatória e por contribuições assistenciais ou confederativas.
Fonte: http://www.guiapresidenteprudente.com.br/sindicatos-sindicalismo.html

Uma pequena parte do texto Sindicatos,Sindicalismo, só para iniciar meu breve pitaco sobre Sindicatos.
Primeiramente, Parabenizo a Marisa Ourique, Pela sua Posse ontem a noite como Presidente do Sindicato dos Municipários de Santiago. Parabéns também ao Prefeito Julio Ruivo por seu pronunciamento neste evento, dizendo que "Sindicato tem de reinvindicar em nome da categoria, acesse o blog http://jorgebitencourt.blogspot.com/ e leia mais sobre o assunto. Eu não estive presente, mas estou acompanhando através dos blogs do Jorge Bitencourt e do Rafael Nemitz.
É isso aí, Sindicato é para lutar pela sua classe, sendo apartidário, com seriedade e não para fazer FESTAS, como vejo por aqui!
Vamos pensar melhor nesse compromisso de ser um Presidente de Sindicato, isso exige conhecimento, profissionalismo, dedicação, seriedade, ou senão, sejam presidentes, de Associações, que é para organizar festas, eventos sociais e se fizer um bom trabalho, também vão ter seu nome em Evidência.
Mais uma vez que me perdoem os sindicalistas que não se preocupam onde seu suado dinheirinho, descontado mensalmente, vai parar!!!!!

sábado, 1 de maio de 2010

Dia do trabalho

No espreguiçar do amanhecer,

A aurora abraça o sol,
Acordando homens e mulheres,
Para os exercícios no arrebol.
Todos correm para os campos da vida,
Na diversidade de suas diferenças.
Com mão no arado, pisam forte
Exultando suas crenças.
Valentes,
Erguem em seus braços,
Bandeiras ferramentas,
No quilate responsabilidade
No uso a função que alenta.
Seja caneta, bisturi,
enxada ou mesmo um liberal,
Não importa o instrumento,
Todos trabalham igual.
Dignificando o tempo,
Marcham ao encontro do promissor,
Prosperidade para o amanhã,
Recompensa do labor.
Abençoadas são as mãos do trabalhador.
Autor: Jair Martins

Neste dia especial, penso que todos são especiais, mas hoje um pouco diferente, porque paramos para comemorar( muitos estão trabalhando, eu vi!), que todos sejam abençoados em seus trabalhos e que façamos do nosso trabalho não apenas o sustento, mas um TRABALHO DE AMOR, COM AMOR!