domingo, 26 de abril de 2009

A Raposa e a Cegonha

A raposa convidou a cegonha para jantar e lhe serviu sopa em um prato raso.
- Você não está gostando de minha sopa? Perguntou, enquanto a cegonha bicava o líquido sem sucesso.
- Como posso gostar? A cegonha respondeu,vendo a raposa lamber a sopa que lhe pareceu deliciosa.
Dias depois foi a vez da cegonha convidar a raposa para comer na beira da lagoa. Serviu então a sopa num jarro largo em baixo e estreito em cima.
- Hummmmmm, deliciosa!!! Exclamou a cegonha, enfiando o comprido bico pelo gargalo - Você não acha?
A raposa não achava nada nem podia achar, pois seu focinho não passava pelo gargalo estreito do jarro.
Tentou mais uma ou duas vezes e se despediu de mau humor, achando que por algum motivo aquilo não era nada engraçado.
(autor desconhecido)
MORAL DA HISTÓRIA: Sempre, absolutamente sempre, recebemos na mesma moeda por tudo aquilo que fazemos. Mas é engraçado que quando somos nós os praticantes do ato, achamos correto, lindo, elogiamos, mas no momento em que somos apenas os expectadores do mesmo ato, logo corremos criticar, pôr defeitos e falar aos quatro cantos que aquilo é um erro, é um absurdo, é imoral. Nunca esqueçamos de que hoje somos meros expectadores, mas amanhã poderemos ser o praticante, e aí?

Um comentário:

  1. ÓTIMA MENSAGEM.PODE TER CERTEZA Q VOU VISITAR ASSIDUAMENTE O BLOG.BEIJOS

    ResponderExcluir

SINTA-SE A VONTADE AO FAZER SEU COMENTÁRIO...