quinta-feira, 30 de abril de 2009

A mais forte das armas

Qual a mais forte das armas,
a mais firme, a mais certeira?
a lança, a espada, a clavina,
ou a funda aventureira?
A pistola? O bacamarte?
A espingarda, ou a flecha?
O canhão que em praça forte
faz em dez minutos brecha?
Qual a mais firme das armas?
O terçado, a fisga, o chuço,
o dardo, a maça,o virote?
A faca, o florete,o laço,
o punhal,ou o chifarote?

A mais tremenda das armas,
pior que a durindana,
Atendei, meus bons amigos...
se apelida: - a língua humana!
(Fagundes Varela)

Será que pensamos antes de falar? Pensamos no que vamos falar? Pensamos em quem podemos atingir com nossas palavras? Muitas vezes falamos ( ou atiramos?) sem medir consequências e ferimos quem nem sequer sabe que está acontecendo uma guerra. Que tal passarmos a controlar nossas armas?

domingo, 26 de abril de 2009

A Raposa e a Cegonha

A raposa convidou a cegonha para jantar e lhe serviu sopa em um prato raso.
- Você não está gostando de minha sopa? Perguntou, enquanto a cegonha bicava o líquido sem sucesso.
- Como posso gostar? A cegonha respondeu,vendo a raposa lamber a sopa que lhe pareceu deliciosa.
Dias depois foi a vez da cegonha convidar a raposa para comer na beira da lagoa. Serviu então a sopa num jarro largo em baixo e estreito em cima.
- Hummmmmm, deliciosa!!! Exclamou a cegonha, enfiando o comprido bico pelo gargalo - Você não acha?
A raposa não achava nada nem podia achar, pois seu focinho não passava pelo gargalo estreito do jarro.
Tentou mais uma ou duas vezes e se despediu de mau humor, achando que por algum motivo aquilo não era nada engraçado.
(autor desconhecido)
MORAL DA HISTÓRIA: Sempre, absolutamente sempre, recebemos na mesma moeda por tudo aquilo que fazemos. Mas é engraçado que quando somos nós os praticantes do ato, achamos correto, lindo, elogiamos, mas no momento em que somos apenas os expectadores do mesmo ato, logo corremos criticar, pôr defeitos e falar aos quatro cantos que aquilo é um erro, é um absurdo, é imoral. Nunca esqueçamos de que hoje somos meros expectadores, mas amanhã poderemos ser o praticante, e aí?

quinta-feira, 23 de abril de 2009

Novidade

Estou entrando para este mundo dos blogs.
Aos poucos irei deixando meus recados, minhas idéias, sonhos, realidades
Não quero mudar nada nem ninguém, apenas deixar interrogações , para que cada um consiga parar e pensar...
Um lindo final de dia.